Aguarde...

Movimento do Comércio avança 1,4% em agosto, aponta pesquisa

Para os próximos meses, a tendência é que a liberação dos saques do FGTS tenha impacto positivo no comércio, segundo economista da Acirp

| ACidadeON/Ribeirao

(Imagem: Pixabay)
O Indicador Movimento do Comércio, que acompanha o desempenho das vendas no varejo em todo o Brasil, avançou 1,4% em agosto deste ano na comparação com julho, já descontados os efeitos sazonais, de acordo com dados apurados pela Boa Vista.  

Segundo o economista da ACIRP (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto), Gabriel Couto, a tendência para os próximos meses é de manutenção deste comportamento.  "A liberação dos saques do FGTS pode ter impacto positivo no comércio, porém limitado, uma vez que parte dos recursos deve ser destinada para o pagamento de dívidas ou poupada", diz Couto. 

Ainda segundo o economista, o indicador da Boa Vista mostra que, nos últimos meses, houve estabilização do crescimento das vendas em patamar modesto, pouco acima de 1% na comparação com o ano anterior. "O mercado de trabalho segue se recuperando em ritmo lento, com um contingente de desempregados ainda elevado, e a economia deve manter o baixo crescimento. Ainda assim, não deve haver piora no indicador de vendas". 

A alta de 1,4% das vendas no varejo se deu após a queda de 0,7% em julho sendo o segundo avanço mensal do ano. Na comparação com agosto de 2018, houve crescimento de 1,2%, enquanto, no acumulado em 12 meses, o indicador registrou ligeira aceleração e subiu 1,3%. 

Setores  

Na análise mensal, nota-se crescimento em todos os segmentos analisados. O segmento de "Móveis e Eletrodomésticos" apresentou alta de 1,9%, descontados os efeitos sazonais. Nos dados sem ajuste sazonal, o acumulado em 12 meses voltou para o terreno positivo (+0,3%). 

A atividade de "Supermercados, Alimentos e Bebidas" registrou crescimento de 1,3% no mês na série dessazonalizada. Na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses foi de 1,1%.
Já a categoria de "Tecidos, Vestuários e Calçados" cresceu 1,1% no mês, expurgados os efeitos sazonais. Nos dados acumulados em 12 meses houve alta de 3,6%. 

Por fim, o segmento de "Combustíveis e Lubrificantes" apresentou crescimento de 0,4% em agosto considerando dados dessazonalizados, enquanto, na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses foi de 0,8%.
 
Debate em Ribeirão 
 
Para debater o cenário de Ribeirão Preto, acontece no dia 26 de setembro a sexta edição do Agenda. Com o tema 'Os desafios da Economia - como aproveitar as oportunidades', o evento tem o objetivo de promover debates e apontar soluções para os principais problemas que afetam a cidade.  A palestrante será a conceituada jornalista Christiane Pelajo. 
 

SERVIÇO
Agenda Ribeirão 2019 (6ª edição)

Dia 26 de setembro (quinta-feira), às 8h30
FAAP (Av. Independência, 3670 - Res. Florida)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook