Aguarde...

Inovação é mandatória hoje em dia, diz Christiane Pelajo

Palestrante também abordou cenário atual dos investimentos pessoais e alertou para a importância de investir primeiro no auto-conhecimento

| Organização

Christiane Pelajo falou sobre o cenário econômico nacional e regional em palestra (Foto: Isabella Grocelli / ACidade ON)


"Antes a inovação era uma preocupação do marketing, mas agora ela está até na diretoria. Todos pensam em inovação, o que é fundamental, mandatório hoje em dia. Todo mundo está sendo incentivado, demandado a inovar".

A fala é de Christiane Pelajo, jornalista e palestrante da 6ª edição do Agenda Ribeirão, realizado nesta quinta-feira (26) na FAAP. O evento tem como tema neste ano "Os desafios da economia: como aproveitar as oportunidades".

Segundo Christiane, a inovação era vista antigamente como uma maneira de agregar renda em produtos periféricos. Porém, nos dias de hoje, ela passou a repensar o core business do negócio. Ela afirmou ainda que precisamos pensar em qual serviço, como empresa, está sendo prestado além de vender o produto final.  

A inovação é bem vinda, por exemplo, para atingir os jovens. As novas gerações, segundo Christiane, têm uma grande preocupação com as interconexões globais entre os países, empresas e instituições.

E enquanto hoje o consumidor conservador é o responsável pela renda, amanhã será o consumidor moderno, antenado no mundo, que pensa de forma global. Mas como atingir esse grupo que está chegando?

Christiane explica que os jovens são a antena que captura novos valores e tendências, portanto, é necessário começar a pensar com a cabeça dos jovens e entender o que eles buscam para poder atingir esse grupo. "Eles buscam a verdade, detestam rótulos, são preocupados com a ética", exemplifica a jornalista.  

O Agenda é promovido pelo Oceano Azul, com apoio Institucional da EPTV, produzido pelo portal ACidade ON, com apoio do Desenvolve SP e apoio de mídia do portal G1.  


Quer investir? Se conheça primeiro

Durante a palestra, Christiane também abordou o cenário atual dos investimentos pessoais e qual o futuro deles. Mas antes de decidir aonde colocar suas economias, é necessário investir primeiro no auto-conhecimento.

"Nesse momento, todos os bancos e gestores estão recomendando ações? Sim, mas você tem que antes se conhecer para saber se vai conseguir lidar com aquele risco ou não. Se você não tem estômago para ver quando a bolsa desaba não entre nisso que você vai infartar antes de poder usar o dinheiro".

Entre os investimentos em alta, além das ações, são os fundos imobiliários - com a queda da Selic, o crédito habitacional foi impulsionado - e fundos multimercados. Mas, como reforça Christiane, esses são todos investimentos de risco.

Já os investimentos mais conhecidos, como CDB (Certificado de Depósito Bancário), Poupança e Tesouro Direto, perderam força nos últimos anos. "Tesouro Direto, Tesouro Direto. Vamos sentar e fazer conta para ver o que vale a pena na hora de investir", alerta.  

LEIA TAMBÉM 
"O Brasil está doente, está em coma", afirma Christiane Pelajo
Começa a 6ª edição do Agenda Ribeirão, que traz Christiane Pelajo

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook