CONHEÇA

Desenvolve SP: iniciativas na pandemia e créditos nesta retomada econômica

A instituição financeira do Governo do estado de São Paulo oferece opções de créditos que atendem todas as necessidades das empresas


2021-08-24T15:16:00




Desenvolve SP apoia iniciativas de fomento ao desenvolvimento econômico, a exemplo do projeto AGENDA.
O Desenvolve SP - o Banco do Empreendedor é uma instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo que oferece as opções de financiamento para cada fase do negócio, seja ele uma startup, pequena ou média empresa. Há doze anos, o Desenvolve SP busca promover o desenvolvimento sustentável da economia paulista por meio de soluções financeiras rentáveis que gerem valor.

As opções de crédito do Desenvolve SP atendem todas as necessidades da empresa, com financiamentos para os projetos de investimento em ampliações e modernizações, a aquisição de máquinas e equipamentos, e projetos inovadores. Com o financiamento de longo prazo, o Desenvolve SP acredita que é possível investir em tecnologia e inovação para aumentar a eficiência e a rentabilidade nos negócios.

Segundo o último levantamento da Fundação Sebrae, divulgado em 30 de julho, a perspectiva do PIB de São Paulo era de um crescimento de 7,2%, enquanto o do Brasil era de 5,1%. Com o fim da quarentena no estado no dia 17 de agosto, o Presidente do Desenvolve SP, Nelson de Souza, comenta as expectativas em relação à retomada econômica. "A retomada das atividades produtivas está acontecendo de forma acelerada e eficiente como a vacinação em São Paulo. O Desenvolve SP está voltando a investir, evoluir e crescer. Estamos recebendo muito mais solicitações de crédito para financiamento de projetos, modernização, inovação e sustentabilidade do que para capital de giro", afirma. 

Durante a pandemia, o Desenvolve SP foi o primeiro banco a anunciar linhas de crédito emergencial para capital de giro, com o objetivo de ajudar as empresas a se manterem. Também facilitou o processo de obtenção de crédito com a criação de fundos garantidores próprios para empresas com dificuldade em oferecer garantias, dispensando a apresentação da Certidão Negativa de Débitos e desconsiderando débitos no Cadin Estadual como impeditivo para obtenção de crédito. Para empresas com empréstimos já contratados, o Desenvolve SP ofereceu a standstill - uma suspensão de parcelas a vencer em até três meses.
 
O Presidente do Desenvolve SP destaca os resultados positivos dessas e outras ações feitas na pandemia. "Injetamos R$ 2 bilhões na economia paulista, além da disponibilização de R$ 800 milhões em recursos próprios. O Desenvolve SP foi a instituição de fomento que mais repassou recursos do BNDES e o primeiro agente financeiro do país em repasses do Fungetur, voltado ao setor do turismo, um dos mais afetados pela pandemia".
 
O Desenvolve SP irá lançar o projeto "Desenvolve Municípios", que abrange os empreendedores do interior paulista. Trata-se de uma série de ações de apoio ao desenvolvimento de municípios de todas as regiões do estado, que inclui crédito com condições inéditas e serviços estruturantes. Nelson de Souza ressalta os projetos relacionados à organização dos Polos de Desenvolvimento pelo Governo do Estado. "A organização é uma excelente forma de direcionar recursos e políticas públicas de forma estratégica para regiões e municípios. Para os polos, destaco as linhas de crédito para inovação e sustentabilidade. As linhas Economia Verde (LEV) atendem a projetos de sustentabilidade, como preservação da água e a geração de energias renováveis, já a Inovacred, é voltada a diversos tipos de projetos de inovação", diz.